junho 03 2019 0Comentário

A importância de um banheiro adaptado

Segundo o IBGE (2015), com base em 62 mil avaliações, 6,2% da população brasileira tem algum tipo de deficiência, seja ela auditiva, visual, física e/ou intelectual. Se considerarmos a deficiência física, o valor é de 1,3% e a maior destes, possuem grau intenso de dificuldade em mobilidade. Além disso, idosos, grávidas, pessoas com problemas de coluna e recém operadas também precisam de acesso facilitado aos espaços.

Portanto, espaços adaptados atendem a todos, garantindo autonomia e qualidade de vida. Os banheiros são locais onde os cuidados devem ser ainda maiores, por se tratar de um espaço utilizado por todos, deve atender a necessidade diferentes, como quem utiliza cadeira de rodas, aparelhos ortopédicos, próteses, e também quem precisa de apoio, como idosos, crianças, gestantes e obesos.

Devem estar localizados próximos as circulações principais e sinalizados, com entrada independente para acesso de ambos os sexos para auxilio. Além disso, devem ser tomadas algumas precauções e atenções quando for adaptar o espaço, quem rege essas orientações é a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A quantidade de banheiro adaptados necessários depende da tipologia do edifício, caracterizando 5% do total devem ser acessíveis, garantindo no mínimo um para cada sexo, em cada pavimento onde houver sanitários, tanto em espaços públicos, como em espaços privados com áreas de uso comum, e edificações coletivas. Podendo ser adaptados também em residências para maior conforto e segurança dos moradores.

Para servir de base para qualquer projeto:

Móveis e Acessórios

  • Armários: a altura de utilização indicada pela NBR 9050 é de 40cm a 120cm do piso acabado. É necessário que seja deixado um espaço livre de no mínimo 30cm, a partir do piso. Puxadores e fechaduras devem estar numa faixa entre 80 e 120cm;
  • Cabideiros e registros devem ficar entre 80cm e 1,20m do piso;
  • Porta-objetos: devem obedecer a faixa de altura indicada no item anterior e ter uma profundidade máxima de 25cm;
  • Dispositivo de Sinalização de Emergência: devem ficar a 40cm do piso, podendo ser instalados perto da bacia sanitária, do lavatório, da porta de acesso, do box e da banheira, para acionamento em caso de queda;
  • Barras horizontais: as barras horizontais da bacia sanitária devem medir 80cm de um eixo de fixação ao outro. A barra atrás da bacia sanitária poderá avançar no máximo 11cm para frente (da parede à sua face mais externa). Altura: 75cm do piso acabado ao eixo de fixação. Devem ser instaladas 2 barras destas, no caso de bacia instalada em parede com parede lateral (como no nosso exemplo). Mas é importante destacar que existem outras opções (e neste caso, veja a norma);
  • Barras verticais: 70cm de comprimento (entre eixos de fixação). Ela deve ficar a 30cm do fim da bacia e 10cm acima da barra horizontal localizada logo abaixo. Apenas a barra do lavatório será diferente: terá 40cm, fixada a partir de 90cm do piso e a no máximo 20cm da borda do lavatório (nossos desenhos irão ajudá-lo a visualizar estes detalhes).
  • Papeleira: as de embutir devem ficar a 55cm do piso. Já as papeleias de sobrepor (rolo) devem ter sua “linha” de saída do papel a 1m do piso.
  • Espelho: a base inferior deve estar a no máximo 90cm do piso e a altura da borda superior deve estar a no mínimo 1,80m do piso acabado. Se o espelho for inclinado 10º em relação à parede, a altura da borda inferior deve ser de no máximo 1,10m e da borda superior de no mínimo 1,80m do piso acabado.
  • Acessórios (como saboneteiras e toalheiros): devem ficar a uma altura entre 80cm e 120cm do piso acabado.

 

Detalhes Arquitetônicos

  • Desníveis: devem ser evitados. Se for de 5mm, poderá ser ignorado. Se for de 5mm a 2cm, deverá ser preenchido com um uma superfície inclinada de 50%. Mas se passar de 2cm, deverá ser tratado como degrau;
  • Portas – acesso: para que ocorra o deslocamento correto do cadeirante, é necessário que certos espaços sejam mantidos livres de quaisquer barreiras. Se a porta abrir no sentido oposto da chegada do usuário, deverá ter no mínimo 1,20m livre para chegada e 30cm livres entre o alinhamento da abertura e a parede da direita. Mas se a folha da porta abrir sobre o usuário, será necessário que exista no mínimo 1,50m livre na frente da porta e 60cm livres entre o vão e a parede esquerda. este é um detalhe importante especialmente quando o banheiro está em um hal ou corredor. Além disso, deverão ter, do lado oposto ao da abertura, puxadores horizontais associados à maçaneta. Veja abaixo o desenho explicativo;
  • Altura da bacia sanitária: de 43 a 45cm (do piso acabado ao topo da bacia), sem considerar o assento (com o assento, deverá ser de no máximo 46cm). Poderá ser instalada uma bacia já com a altura adequada, ou ainda executar um sóculo, o qual não deverá ultrapassar 5cm da base da bacia;
  • Válvula de parede: seu eixo deve ficar a no máximo 1m do piso acabado. Use alavancas, sensores eletrônicos ou outros dispositivos de fácil acionamento.
  • Altura lavatório (pia): a face superior da pia deve estar entre 78 e 80cm a partir do piso acabado;
  • Profundidade da pia: da borda externa à torneira deverá haver uma distância máxima de 50cm;
  • Tolerância dimensional: onde for indicado mínimo e máximo, as medidas devem ser consideradas absolutas. Em relação às demais medidas, poderá haver uma diferença de até 1cm para mais ou para menos;
  • Tamanho mínimo boxes de chuveiros: 90x95cm
  • Chuveiro: registros e misturadores devem ser do tipo alavanca, preferencialmente monocomando. O chuveiro deve ser instalado a 45cm da parede lateral e a 1m de altura. Deve haver ducha manual, na qual deve haver o controle de fluxo da água e a ducha deve ser instalada a 30cm da parede de fixação do banco a altura de 1m do piso.

No entanto, recomenda-se consultar a NBR 9050 e um profissional especializado.

 

 

adminpost